Ensino, 7

Depois de recuperar as discussões sobre os enfrentamentos entre a geografia crítica e a geografia caprichosamente chamada de clássica pela prof. Marisia, discutimos – exemplificando com estudos sobre a cidade de São Paulo – as teorias sobre a cidade gestadas em diversas correntes da Geografia. Ênfase particular, claro, na Geografia dita clássica, Geografia Quantitativa e Geografia Crítica. Essa diferenciação foi retirada de um artigo do Pedro Vasconcelos, professor da UFBa. Posteriormente, a professora apresentou um fichamento do primeiro capítulo do livro do Henry Lefebvre – O direito a cidade.

~*~

Preparei de manhã a formatação da apresentação para a Semana de Geografia. Em vão, pois a professora sequer olhou.

~*~

Felicíssimo, depois de saber que a Capes irá conceder, a título de estímulo, duas bolsas para os mestrados e doutorados reconhecidos em 2006. Retorno ao estado anterior depois de saber que meu curso, apesar de iniciar a primeira turma em 2006, foi reconhecido em 2005.

Pra não perder o gosto: mais outro terrível e nada coincidente azar.

~*~

Pastéis de manhã. Nada como começar de forma excelente o dia.

~*~

Já contactei o Wajdi. Resta saber se terei hospedagem gratuita.

~*~

Não sei se faço minhas obrigações laborais em dois tempos. Se não, ausentarei da pós durante o mês todo. Isso é mal.

~*~

Depois de cair logo no primeiro dia em profundas lamúrias, recorri às atividades físicas para preservar a integridade mental. Às dez, corrida e caminhada. Fez bem.

~*~

Estou com o Plano Diretor da Cidade de São Paulo. Como não é setorializado, não contribui tanto para minha caracterização da Barra Funda. Dá algumas dicas, e tal. Menos mal.

~*~

Luciane foi minha companhia, novamente, das discussões geográficas pós-aula. Até às 20, com pausa para um lanche.

~*~

Conheci dois irmãos. Muito bacanas. Um deles é de Uberlândia, outro daqui de Mauá. Fazem mestrado em Direito. Convite para, qualquer dia, conhecer as redondezas de São Paulo.

~*~

Convite, inclusive, reforçado por meu colega Ricardo. Para Domingo, às 13 horas, em Osasco.

É a vida social, mesmo que incipiente, florescendo.

~*~

Faz muito frio.

~*~

Inté.

setembro 25, 2007. Disciplinário, Transformações no Ensino de Geografia.

Deixe um comentário

Be the first to comment!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback URI

%d blogueiros gostam disto: