Parafrasear: uma difícil tarefa…

Jurjo Santomé (1998):

 

“Trata-se de uma linha de inovação tecnológica, organizativa e disciplinar que implica em uma política de modificação qualitativa dos processos de produção, para fortalecer os sistemas de controle direto dos trabalhadores. A fragmentação das atividades de produção transformou-as em incompreensíveis; passou-se a oferecer apenas um salário à classe trabalhadora como motivação para desenvolver seu trabalho; foi-lhe negada a responsabilidade de intervir em questões tão importantes e humanas como o que deve ser produzido, por quê, para quê, como, quando, etc.”

 

“Tanto trabalhadores como estudantes verão negadas suas possibilidades de poder intervir nos processos produtivos e educacionais dos quais participam. A taylorização no âmbito educacional faz com que nem professores nem alunos possam participar dos processos de reflexão crítica sobre a realidade. A educação institucionalizada parece ter se reduzido exclusivamente a tarefas de custódia das gerações mais jovens. As análises dos currículos ocultos evidenciam que o que realmente se aprende nas salas de aula são habilidades relacionadas com a obediência e a submissão à autoridade”.

 

“Na medida em que os conteúdos culturais manejados nas salas de aula, fundamentalmente mediante livros-texto, não passavam de enunciados mais ou menos abstratos (“pílulas” que deviam ser memorizadas, porém sem possibilidade de reflexão nem de comparação), os objetivos autênticos (a aprendizagem que se promovia na prática cotidiana) passavam a ressaltar acima de tudo a capacidade de obediência e submissão dos alunos.”

junho 21, 2006. Workaholic.

10 Comentários

  1. Cris replied:

    Os que se filiam à corrente da existência da morte encefálica usam como argumento principal o fato de que o Conselho Federal de Medicina, em sua Resolução n° 1.752, de 13 de setembro de 2004 [81], afirmou que os anencéfalos seriam “natimortos cerebrais”. Em verdade, ao que parece, o Conselho Federal de Medicina, embora entenda que os anencéfalos já estão mortos dentro do útero materno, sendo desnecessária a declaração de morte clínica, não os classifica como mortos encefálicos.

  2. dissertando replied:

    OK!

  3. yara replied:

    dicas de como parafrasear um texto

  4. critico replied:

    meus deus quanta merda………

    Parafrasear é a capacidade de repetir algo que se leu ou ouviu com palavras diferentes, fazendo com que seu interlocutor perceba que vc entendeu sua mensagem ou mesmo o que ele está sentindo… perfeito se alinhado com empatia…. poderoso se utilizado nas relações humanas, pessoais, profissionais e principalmente em relações comerciais…

  5. Luiz replied:

    Parabéns “Critico”, falou pouco, mas falou bonito.

  6. José... replied:

    Gostei da mensagem, porém deve ser bem esclarecida para os menos entendidos, isto é uma forma de educar mais as pessoas, pois nem todos são obrigados a conhecer o que é uma paráfrese. Abraços. J…

  7. luiz alves da silva replied:

    è preciso ser mas critico pois é por ai quem não sabe, fica mais dificil.

    abraço

  8. nelzivani replied:

    Que barbaridade de te!!!

  9. fernanda replied:

    gostei não muito mais gostei

  10. pepeu replied:

    ggggggggggggggggggggggggggoooooooooooooooooooooossssssssssssssstttttttttttttteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiittttoooooo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback URI

%d blogueiros gostam disto: